Resumo do Livro: Alice no País das Maravilhas

Alice no País das Maravilhas

“Alice no país das maravilhas” de Lewis Carroll, pseudônimo de Charles Lutwidge Dodgson, foi publicado em 1865, na Inglaterra. Trata-se do livro mais famoso do gênero nonsense, que já teve diversas adaptações, inclusive para o cinema. O livro conta a história da menina Alice que, entediada com as leituras da irmã, acaba caindo na toca de um coelho,  e é transportada para um universo totalmente mágico, habitado por todos os tipos inusitados de criaturas peculiares e antropomórficas.

 

No livro, isto corresponde a uma lógica totalmente absurda, que a todo tempo é lembrada pela menina. Há diversas alusões satíricas que, segundo o próprio autor da obra, se referiam a amigos próximos. Há ainda diversas paródias de textos da época, que vão sendo alocadas durante a narrativa, por meio de versos e enigmas matemáticos, que encantou gerações. Vale lembrar que Carroll era professor de matemática e, na verdade, compôs dois livros em um só: um para crianças e outro para adultos. Alice no país das maravilhas é um livro de difícil interpretação que seduz até os dias de hoje os grandes estudiosos em literatura e psicanálise.

 

A narrativa se inicia com uma breve explicação da origem do próprio livro, que segundo o autor, teria surgido a partir de uma viagem no rio Tâmisa. Alice, que preguiçosamente se encontra junto à irmã, cai em uma toca de coelho, que possui estranhos objetos. Ela vai parar em um mundo totalmente distinto do seu. Ela se vê em um local onde há uma pequena mesa e uma chave, além de um vidro que contém um misterioso liquido. Há um rótulo no vidro que diz “Beba-me”. Alice muda de tamanho, passa pela portinha e sai em um jardim muito particular.

Publicidade:

 

Ela segue em direção a uma lagoa de lágrimas. Cresce até atingir mais de 2,5 metros de altura. Encontra com criaturas estranhas como ratos que falam. Segue em direção a uma corrida eleitoral, acompanhada de um Dodô. Encontra-se novamente com o coelho. Segue em direção ao local onde vive a lagarta azul e lá tem uma breve conversa com ela. Segue em direção a um encontro com a Duquesa; conhece o misterioso gato de Cheshire. Vai a um chá de loucos, e depois, encontra-se no campo de Croqué da Rainha. É obrigada a realizar uma partida de críquete com a Rainha, encontra novamente o coelho, e o gato.

 

Encontra-se com a tartaruga falsa e o Grifo. Alice e a tartaruga dançam com a lagosta. Alice derruba os jurados e acaba tendo uma discussão com o Rei e a Rainha, esta ordena que cortem a cabeça de Alice. Sem medo, a menina fica gigante e confronta todas as cartas do baralho, que se revoltam e atacam-na. Alice, repentinamente, é acordada pela irmã, para tomar uma xícara de chá.  Alice conta o sonho para a irmã, e retorna para casa.

Related posts: