Resumo do Livro: O Bicho da Seda

Capa do Livro O Bicho da Seda

“O Bicho da Seda”, é a continuação do romance policial de Robert Galbraith, pseudônimo de J.K. Rowling, autora da famosa série Harry Potter. Em o Bicho da Seda, Robert Galbraith retoma a narrativa a partir do ofício de Cormoran Strike, o protagonista detetive do primeiro livro da série “O Chamado do Cuco”. O livro é narrado com maestria, em que a sucessão de acontecimentos vai deixando o leitor cada vez mais envolvido na trama de um assassinato cruel, que, a princípio, parece-se apenas com um suicídio.

 

Após o desaparecimento do excêntrico romancista Owen Quine, o detetive particular Cormoran Strike – que recentemente resolvera o assassinato de Lula Landry, o que lhe rendera alguma notoriedade, novos clientes e um pouco de dinheiro – é contratado pela esposa do escritor. À medida que Strike procede às investigações, torna-se cada vez mais claro que, por detrás do desaparecimento de Quine, há uma trama horrenda, que envolve atos violentos de vingança, além de ser totalmente pontuada por fetiches sexuais. A narrativa tem como pano de fundo o competitivo universo literário britânico.

 

Owen quine não se trata de um autor bem sucedido, mas que porquanto de sua personalidade egoíca, acaba se envolvendo em uma trama de vingança tecida durante anos. O seu livro mais recente e ainda não publicado, acaba sendo amplamente divulgado, o que faz com que o seu desaparecimento seja visto por muitos como uma estratégia de marketing para alavancar as vendas e o interesse do público. O livro de Owen é batizado de Bombyx Mori, em tradução literal, “O Bicho da Seda”. Trata-se de uma narrativa muito cheia de  veneno, que está ligada diretamente a diversas pessoas importantes do cenário literário da Inglaterra.

 

A obra de Owen, que não é nada sedosa com os seus personagens, se fosse realmente publicada, traria uma série de problemas para aqueles que nela estavam sendo   ridicularizados. Além disso, alguns personagens teriam ainda  suas vidas e carreiras arruinadas.

 

O manuscrito é polêmico e passou por várias pessoas diferentes, desde o desaparecimento do escritor. Para Cormoran, alguém diretamente ligado a Owen e que tinha conhecimento do conteúdo do livro é que poderia ter planejado seu desaparecimento. Depois de alguns dias de investigação, Cormoran encontra Owen morto em uma casa onde era refúgio de alguns artistas e, o pior, seu assassinato se deu exatamente como ele havia descrito a morte de um de seus personagens centrais em Bombyx Mori, que teve literalmente suas vísceras expostas e seus intestinos roubados. O corpo havia sido queimado com ácido para não deixar marcas e nenhuma suspeita.

 

Cormoran com a ajuda de sua fiel secretária desvendam um dos casos mais horrendos do cenário britânico.