Resumo do Livro: O Vampiro Que Descobriu o Brasil

Capa do Livro O Vampiro Que Descobriu o Brasil

“O vampiro que descobriu o Brasil”, é um romance juvenil do renomado autor Ivan Jaf. Ivan Jaf foi roteirista de cinema é já publicou mais de 40 livros infanto-juvenis, tendo sido alguns deles agraciados com importantes prêmios da literatura nacional. Publicado pela Editora Ática, o livro faz parte de uma importante coleção – memórias de sangue – que visa a uma abordagem diferente por passagens da história brasileira. Publicado em 2007, o livro abre a coleção, que ganhou ainda outros que dão sequência a história originalmente contada em “O Vampiro que descobriu o Brasil”.

Publicidade:

 

A narrativa começa ambientada em Portugal, nas praias de onde partiam as grandes embarcações. Narra a partir daí a história de Antônio Brás, um taverneiro que adora vinho e bacalhau. Um dia, por acidente, ele é mordido por um vampiro. Mas ele ainda não sabe. Antônio começa a se sentir estranho até que descobre que ganhara a vida eterna. Um dia, um tal Domingos, conta-lhe toda a verdade: que ele havia se tornado vampiro e que ele conhecia quem fizera isto com ele. E dá uma dica: se quiser voltar a ser humano, precisa matar o ser que lhe deu a vida eterna. E mais, Domingos acredita que o vampiro que o transformara – conhecido como Velho – está em alguma nau que está de partida para o Brasil, já que ele adora estar entre os grandes acontecimentos da história.

 

Antônio Brás parte em disparada para o Brasil, na nau que levava Pedro Álvares Cabral e presencia todos os grandes acontecimentos da história do país – desde o dia do descobrimento até as Diretas Já.

 

O livro que é narrado em 3ª. pessoa – narrador onisciente, apresenta uma série de comentários sobre os acontecimentos históricos que marcaram a vida do Brasil – e a vida do Vampiro Brás, que passa 500 anos em busca daquele que o transformara em um ser das sombras.

 

Brás arquiteta um plano de busca, mas todas as vezes que está perto de prender e matar o Velho este desaparece como fumaça. Isto até o dia em que começa a desconfiar que o
Velho possa ser  seu suposto amigo Domingos, que há 500 anos prega-lhe peças e gozações. Finalmente Brás consegue matar o Velho e volta a ser humano novamente, depois de ver toda a história do Brasil. Antônio Brás, que a esta altura já tinha se tornado rico e tinha visto todos os seus descendentes morrerem, faz uma faz uma reserva em um bar e pede bacalhau frito e uma garrafa de vinho do porto.

Related posts: